02jun

Compartilhar:

[elfsight_social_share_buttons id="1"]

Como a arquitetura pode ajudar a combater a ansiedade?

Seres humanos geralmente se sentem física e emocionalmente confortáveis em determinados tipos de espaços públicos. Há aqueles que preferem ler um livro na varanda de um café, outros preferem estar sentados em um sofá aconchegante no salão de beleza ou aguardando o trem na estação. Fato é que alguns espaços, ainda que longe de casa, tendem a incitar uma sensação muito parecida com aquela que experimentamos no aconchego do nosso lar.

Através da psicologia ambiental aplicada à arquitetura, os fatores espaciais que contribuem para a sensação de conforto passaram a ser mais tangíveis, e agora, arquitetos e designers podem contar com a ajuda de especialistas para desenvolver projetos e espaços mais confortáveis e agradáveis.

Os espaços afetam os sentimentos e comportamentos das pessoas. Psicólogos avaliam as tendências de comportamento observando por horas as pessoas em determinados tipos de espaços públicos, analisando as suas reações de acordo com determinadas variáveis.

Mas como certos tipos de espaço podem contribuir para aliviar a ansiedade?

Um estudo realizado em 2008, identificou que as pessoas mais ansiosas escolhem sentar-se ao lado de paredes, cantos ou divisórias, elementos que proporcionam uma sensação de maior controle sobre o espaço. Psicólogos afirmam que, ao longo dos últimos anos, espaços íntimos e reservados tem se multiplicado em ambientes como restaurantes e lobbies de hotéis, como uma ferramenta para proporcionar maior conforto aos usuários.

Psicólogos ambientais nos ensinam a quantificar tudo aquilo que é subjetivo e considerado como “bom”, seja em termos acústicos, de iluminação, de mobiliário e como os materiais possam ser adequadamente integrados ao projeto.

Espaços de estar e encontro, portanto, podem ser importantes aliados para compreendermos melhor o comportamento das pessoas e os fatores que fazem com que se sintam física e emocionalmente confortáveis em determinados tipos de espaços.

Todas as imagens desse artigo são projetos de Karin Moraes. A arquiteta é especialista em arquitetura habitacional, hospitalar e de interiores. Hoje, faz atendimento presencial em Porto Alegre/RS no seu escritório. Conheça o portfólio completo e faça uma cotação.

Karin Moraes

SOBRE O AUTOR

Karin Moraes
A frente do escritório que leva o seu nome, a arquiteta Karin Moraes acredita que o arquiteto é destinado a desenhar espaços que ativem as emoções. São através deste pensamento que ela se dedica a desenvolver projetos de arquitetura de interiores residenciais urbanos, praianos e serranos, espaços na área da saúde e espaços comerciais, desenvolvendo também residências unifamiliares.

Deixe um comentário