09set

Compartilhar:

A importância do arquiteto na organização espacial

A importância do arquiteto na organização espacial

A função do arquiteto pode ser entendida como muito mais do que apenas um profissional inteligente e com bom feeling para organização de ambientes. Ele pode ser visto como aquela pessoa que irá fazer a perfeita união entre o espaço físico e as necessidades de seu contratante.

Sendo assim, entendemos que a arquitetura é uma área que mistura elementos artísticos, psicológicos, com ergonomia e gestão. Logo, a atuação do arquiteto visa harmonizar espaços, de modo que um ambiente se torne especial. Aquele famoso “cantinho” que guardamos em nosso coração e que se torna o preferido em nossa vida.

Para alcançar esse objetivo, é fundamental que o arquiteto tenha completa e total noção de como será a obra. Isso, indo desde o planejamento, até o momento de inserir itens arquitetônicos. Afinal, é de seu conhecimento que sairá a completa organização espacial. É claro, fazendo ótimas conexões entre elementos físicos, de modo a tornar o ambiente mais humano e pessoal.

Sendo assim, é interessante que você conheça como a presença de um arquiteto, dentro do contexto de sua obra, pode torna-la mais íntima. Vamos compreender quais suas principais colocações e como isso pode influenciar em um objetivo principal.

Acompanhe a leitura!

Contratar um arquiteto compensa?

Sem dúvidas! Na verdade, o arquiteto é o profissional que mais está relacionado com o andamento de qualquer tipo de projeto. Afinal, diferente do engenheiro e do designer de interiores, ele tem a capacidade de organizar todas as pontas de qualquer empreendimento, indo desde a fundação, até a conclusão.

Sendo assim, podemos considerar que o profissional arquiteto é completo. Sua visão é global, conseguindo enxergar os mínimos detalhes. E, principalmente, sabendo quais as melhores formas de encaixar uma peça na outra. Como dito, o arquiteto vê o projeto como um todo e isso, no final, se resume à um entendimento generalizado de tudo o que será construído – e como será inserido.

Veja algumas funções do arquiteto dentro de um projeto:

 

Responsável pela harmonização do ambiente

Partindo do pressuposto de que o arquiteto consegue visualizar o projeto de uma maneira completa, é natural que, para ele, seja mais simples considerar como os ambientes se relacionam. Assim, alcançar a harmonização dos espaços se torna uma função dinâmica e, por que não dizer, didática.

 

Preocupação com funcionalidade

Ainda seguindo pela mesma linha de raciocínio, quando os ambientes se relacionam harmonicamente, encontra-se as melhores maneiras de torná-los funcionais. Podemos considerar, portanto, que o arquiteto consegue deixar os espaços sonhados em confortáveis e funcionais, apenas usando de seus conhecimentos técnicos.

Ergonomia e custos

A sensação de ter – e viver – em um local agradável é única. O que muitas pessoas não sabem, é que é possível alcançar conforto e praticidade com baixo custo. Basta que o responsável saiba o que está fazendo. Sendo assim, não é necessário investir em itens luxuosos e caros. Com os elementos corretos e conhecimento espacial, é possível criar ambientes humanizados e com muita sofisticação.

Entre em contato conosco! Podemos, juntos, criar o projeto arquitetônico ideal para sua obra!

SOBRE O AUTOR

admin

Deixe um comentário